Utilize técnicas apropriadas para captar recursos

Técnicas apropriadas para a captação de recursos

Muitas pessoas acreditam que “captar recursos” seja apenas pedir um “dinheirinho” para ajudar as pessoas carentes. Sendo assim, terminaria aí o processo, uma vez que o objetivo inicial proposto foi conseguido. Como ponto de partida é preciso que se entenda que este trabalho vai muito além do “obter recursos para finalidades imediatas”. Aqui se trata de conquistar, fidelizar parceiros e estabelecer técnicas apropriadas. Pode-se captar recursos institucionais, mas a forma mais simples de se captar recursos é para projetos. O processo pode ser dividido em seis fases distintas, interligadas:

Prospecção

O trabalho começa com o levantamento de parceiros potenciais. A parceria só é duradoura quando existe afinidade, e sendo assim, precisamos buscar o parceiro certo para o projeto certo.

Parceiros potenciais = pessoas físicas ou jurídicas que tenham afinidades com o projeto e que possam contribuir.

Leia também:
Como criar um planejamento estratégico para captação de recursos?

Formatação do Projeto

Projeto é planejamento e planejamento é atividade coletiva! Assim, o “formatador” de projetos irá ouvir beneficiários, técnicos e o gerente do projeto, pois ele apenas dá forma ao projeto. Um escopo mal formulado terá muitos problemas durante a implementação e na prestação de contas. Deve-se ter em mente que projetos são formatados para atender a pessoa que irá colocá-lo em prática e para o financiador, deve-se fornecer informações solicitadas. Projeto não é tese de mestrado, é um plano de negócios.

Formatador = pessoa indicada para escrever o projeto.

Gerente do Projeto = liderança encarregada pela execução do projeto.

Beneficiários = pessoas beneficiadas pelas ações executadas pela paróquia.

Apresentação e Negociação

Primeiro é preciso saber que não se está “vendendo projetos”, mas conquistando parceiros. É importante conhecer o parceiro para saber que razão ele teria para participar do projeto e lembrar que é necessário cumprir o que se promete.

Parceiros = Pessoas físicas ou jurídicas que contribuam com o projeto.

Implantação do projeto

Implementar um projeto significa atingir seus objetivos em termos de quantidade e qualidade, no prazo determinado e dentro do orçamento estabelecido. Isto significa que preciso tanto de um projeto bem formatado, com todas as suas atividades e técnicas apropriadas descritas, quantificadas, orçadas e com prazos determinados, quanto de um responsável pelo projeto que saiba administrar informação e pessoal.

Prestação de contas

É preciso discernir que Prestação de contas não é Prestação de contos, não se buscam histórias ou justificativas, mas resultados e respostas diretas, provando que seus gastos foram realizados da forma prevista, sob pena de devolver os recursos por não ter suas contas aprovadas.

Leia também:
Como criar um planejamento estratégico para captação de recursos?

Fidelização

Primeiramente, a fidelização começa no momento seguinte à conquista. Para isto é imprescindível que alguém no papel de ouvidor tenha contato regular com o parceiro para consultá-lo e ouvi-lo, afinal ele é parceiro do projeto.

Parceiro = qualquer um que contribua para o projeto.

São estes procedimentos que transformam uma instituição pedinte em uma instituição com uma captação de recursos profissional, que seja capaz de transformar uma pessoa com sentimento de culpa em um parceiro, que transforma uma parceria em muitas parcerias e que transforma, principalmente, poucos recursos em muitos recursos!

Ricardo de Souza Santos Falcão é Consultor na área de elaboração, gerenciamento e avaliação de projetos, planejamento estratégico, captação de recursos.

Texto escrito por Ricardo de Souza e adaptado por Redação Promocat

©[2019] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Promotora Católica

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account