Quando eu rezo: livro propõe que o fiel perceba a presença de Deus através da oração

A cada capítulo, os autores oferecem reflexões e leituras Bíblicas sobre diversos temas

Segundo São Bento, uma oração deve ser breve e pura. O que é uma oração breve e pura? É um momento de intimidade com Jesus, onde estão de acordo o som da fala, o pensamento e o coração.

 

VOLTAR PARA O ÍNDICE DA EDIÇÃO 101

 

E não existe um jeito certo ou errado de fazer. A oração verdadeira é simples, o importante é que nos conectemos conosco e com Deus na pureza de nossos corações.

Independente do significado ou do modo de fazer, todo mundo já recorreu a uma oração alguma vez na vida. Cada um tem seu jeito, seu local, seu momento de rezar, mas o que não muda é a fé de que ela será ouvida. Mas muitas vezes não sabemos se estamos usando as palavras certas para ter nossa prece atendida. Para ajudar nestes momentos de dúvida, Bruno Carneiro Lira, Ir. Jailda Rocha Caetité, Ir. Roberta Peluso e Ir. Sônia de Fátima Marani Lunardelli escreveram o livro “Quando eu rezo”, publicado pela Editora Vozes.

Segundo os autores, ter a sensibilidade de perceber a presença de Deus em nosso cotidiano faz-nos ter um coração agradecido. Mesmo nos momentos mais difíceis, os sentimentos de gratidão nos ajudam a vencer as tribulações e provações. Quando direcionamos o olhar para o que é realmente importante e para as manifestações das delicadezas de Deus, nossos corações tornam-se gratos.

No livro, o leitor encontrará diversas orações para diferentes objetivos. Além da oração voltada para um tema específico, há também uma reflexão sobre o assunto para aprofundar-se um pouco mais e refletir sobre o que está pedindo. Ao longo do texto, são encontrados temas como: Cultivar a fé; Cultivar a esperança; Cultivar a caridade; Aceitar-se; Diante da aflição; Agradecer sempre; A alegria de viver e Viver o amor, além de muitos outros.

Uma das orações presentes no livro é voltada para a ansiedade, um mal que, infelizmente, tem atingido muitas pessoas, principalmente, durante este período de pandemia.

Diante da ansiedade

Maria sentou-se aos pés do Senhor, e escutava sua palavra (Lc 10,39).

Reflexão: Imagine-se no meio de uma tarefa difícil e nada agradável. Tira o celular da bolsa e, antes de dar-se conta, você já passou vinte minutos nas redes sociais. Em outra ocasião, vem à mente uma memória dolorosa, e nesse instante, liga a televisão. Uma tarde, você sente uma inquietação, um aperto no coração, e decide que o melhor remédio é uma noite de festa com seus amigos. Se você esteve numa situação similar a essas, é bem provável que entrastes no labirinto da ansiedade. É um labirinto atrativo. É importante assinalar que buscar distração em tempos difíceis faz parte do ser humano, e muitas vezes pode ser algo positivo para nosso bem-estar. O problema surge quando, por não querer enfrentar a realidade, sempre buscamos uma válvula de escape. Se não dedicamos tempo e energia para atender aquilo que é desagradável em nossa vida, essas coisas continuarão se apresentando, e até com maior intensidade. Eliminar esse labirinto requer certa percepção de nossa parte. Ao invés de fugir, é necessário prestar atenção aos nossos pensamentos, emoções e motivações. O que eu sinto? O que penso? O que quero fazer? Ao fazer-nos essas perguntas, conseguimos dar nome a nossa situação, e assim dissipamos as trevas nas quais nos encontrávamos. Tristeza, dor, medo, ansiedade: sentimentos fáceis de sentir, mas difíceis de nomear, ou até mesmo, aceitar. Mas, quando os enfrentamos cara a cara, perdem seu poder.

Oração: “Senhor, eu sei que Tu me sondas, sei também que me conheces”. Ensina-me a perseverar no caminho dos sonhos mais belos que se conquistam com esperança, paciência e determinação, renunciando às pressas.

O livro pode ser adquirido no site: www.livrariavozes.com.br e nas principais livrarias de todo o país.

Veja os outros artigos da edição 101:

VOLTAR PARA O ÍNDICE DA EDIÇÃO 101

©[2022] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Promotora Católica

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?