Orientações para recrutar secretários e secretárias em 3 fases

Saiba como recrutar secretários (as) de sua paróquia

Recrutar secretários para ser um bom profissional, nem sempre é tarefa fácil. As dificuldades oscilam segundo as exigências do cargo. Entretanto, se tratando dos profissionais do secretariado paroquial alguns aspectos essenciais devem ser observados como: formação humana, intelectual e espiritual.

O exercício da função, apesar de aparentemente simples, é complexo, pois requer o emprego diário do bom senso no ver, julgar e agir. Além, é claro, dos requisitos e atributos naturais exigidos pela função, como: discrição, senso de organização, praticidade operacional, visão de conjunto, fluência na comunicação oral e escrita entre outras.

Não há nenhum tipo de técnica no recrutamento e seleção que garanta 100% de acerto. Contudo, se observados alguns procedimentos simples. Sendo assim, pode-se diminuir a índices bem baixos a contratação inadequada desses profissionais.

Leia também:
Faça da secretaria um lugar de acolhida e caridade

Confira dicas de como recrutar os secretários (as) para sua paróquia:

Três Fases do recrutamento

Publique a necessidade de se preencher o cargo em sua paróquia, e ou cidade. Abra a possibilidade para o envio de currículos. Como resultado, estes devem ser minuciosamente examinados pelo sacerdote e por algum membro do conselho administrativo. Contudo, selecione todos os candidatos em potencial. Concentre suas energias nos candidatos qualificados. Convoque-os para uma entrevista individual.

1ª Fase – Entrevista

Primeiramente, elabore algumas perguntas básicas onde se possa avaliar a formação e experiências dos candidatos (as). Entretanto, conforme as respostas, outras perguntas poderão ser elaboradas para maiores esclarecimentos.

7 Dicas para entrevista
  1. Deve haver empatia entre o candidato e seu imediato;
  2. Evite-se ao nepotismo;
  3. Observe as pretensões salariais;
  4. Solicite referências profissionais.
  5. Atente-se à voz do candidato (a): é agradável? A forma de falar é educada?
  6. Quando respondem às perguntas, para onde olham?
  7. Observe o nível de ansiedade e estresse. Demonstram facilidade nos relacionamentos?

Leia também:
Saiba como organizar arquivos e a papelada em sua secretaria paroquial

2ª Fase – Teste de aptidão

Algumas informações descritas nos currículos não correspondem à verdade prática dos candidatos, por isso, aplique alguns testes. Por exemplo:

Informática: escrever uma carta de solicitação à cúria de algum documento; elaborar uma planilha de controle de estoque; realizar pesquisa sobre algum tema na internet, entre outros.

Atendimento: como deve ser atendido alguém que perdeu um ente querido e busca por informações?

Espiritualidade: organize algumas perguntas elementares sobre sacramentos e vida sacramental; sobre a opinião pessoal em temas polêmicos como: segunda união, aborto, etc.

3ª Fase – Entrevista final

Uma vez que os candidatos tenham sido aprovados nos testes anteriores, faça uma avaliação final. Exponha as reais necessidades da comunidade; forma de contrato detalhada; expectativas do imediato (sacerdote); as dificuldades do cargo; as atividades a serem desempenhadas e tudo mais. Após a exposição, ouça atentamente ao que os candidatos irão dizer. Portanto, escolha aquele (a) que melhor corresponda às expectativas propostas.

Na busca pelo bom profissional lembre-se que:
  • Não existem pessoas perfeita.
  • Todos os profissionais escolhidos devem receber treinamento.
  • Há que se criar ambiente favorável à eficiência e eficácia.
  • Ofereça ao profissional, equipamento e condições de trabalho.
  • Obedeça à legislação trabalhista vigente no país.

Antes de uma contratação definitiva é aconselhável um contrato de experiência. Por exemplo, ela deve estar em carteira de trabalho, de no máximo 90 dias, onde as últimas avaliações deverão ser realizadas, tanto por parte do empregador, como do empregado.

Leia também:
As atividades pastorais com a presença da família

Aristides Luis Madureira é Missionário leigo – Diretor da Editora A Partilha, Assessor de encontros. Autor do livro ”Princípios Básicos do secretariado Paroquial – Comentários Relativos à Legislação Canônica para o Secretariado paroquial”.

Texto escrito por Aristides e adaptado por Redação Promocat

©[2019] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Promotora Católica

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account