O desenvolvimento comunitário com o auxílio da comunicação

Amplie sua rede de relacionamento para o desenvolvimento comunitário

O mundo assiste a um crescimento exponencial no universo da comunicação. Assiste um crescimento vertiginoso dos chamados meios de comunicação. Eles criam redes de informação e costuram as relações humanas e integram, de modo quase mágico, os mais diversos pontos do planeta, ocasionando um desenvolvimento comunitário.

Primeiramente, a comunicação é o processo de relacionamento entre pessoas, independentemente de que meios se façam o uso. Uma conversa no bar, entre amigos, é comunicação! Um e-mail enviado para o outro lado do mundo, redigido em inglês ou alemão, também é comunicação. Ainda que em cada um desses processos sejam usados meios diferentes para estabelecer relações específicas.

Há casos presenciais onde a comunicação é imediata. Há casos virtuais, onde a comunicação é mediada. Uma e outra devem estar presentes no universo de relacionamentos de um agente de pastoral, seja ele padre ou leigo. Quem se esquiva de mergulhar nos novos parâmetros comunicacionais que o mundo nos oferece certamente será fadado ao esquecimento, distanciamento da realidade e imaturidade pastoral.

Leia também:
Aprenda algumas posturas corretas sobre o relacionamento na internet

Evolução pessoal e coletiva

A comunicação é ato afetivo em todas as suas instâncias.  Quem se dispõe ao exercício da comunicação o faz pensando em sanar certas barreiras que o isolamento poderia proporcionar. Sendo ação efetiva e afetiva, comunicar-se e abrir-se a comunicação é tarefa essencial para o ser humano em todas as épocas da história – fruto da comunicação ao longo do tempo, especialmente neste começo de século, quando tudo ao nosso redor respira comunicação.

Sendo o amálgama que envolve todos os processos sociais e culturais, a comunicação é ferramenta poderosa nas mãos do homem. Quem domina os meios e as técnicas será certamente capaz de estabelecer regras de convencimento àqueles que são dependentes da comunicação. Assim é hoje com as grandes corporações comunicacionais. Agentes de construção simbólica dos fatos a partir de interesses muito bem estipulados. No jogo do poder da comunicação é preciso refinar o espírito crítico. Contudo, posicionar-se como agente de elucidação ideológica para aqueles que esperam de nós, formadores de opinião, uma postura criteriosa diante dos conteúdos espalhados pelos quatro cantos pelos meios de comunicação.

Recomendações

Ao coordenador da comunidade (pároco, vigário) e aos seus colaboradores imediatos (agentes de pastoral, especialmente aos agentes da PASCOM) fica o desafio de não se esquivar desta responsabilidade: conhecer os meios, dominar minimamente as técnicas e estabelecer parâmetros que ajudem a comunidade a elucidar o papel da comunicação para o crescimento da própria comunidade (responsabilidade ad intra) e para o fortalecimento das relações sociais (compromisso ad extra). E para que esse dever de casa seja cumprido com destreza, não olvide o agente de pastoral (ordenado ou leigo) de atualizar-se constantemente, inclusive abrindo espaços na agenda (às vezes tão abarrotada) para cursos e formação específica nesta área.

Ouso ainda dizer aos formadores de opinião que urge encontrar espaço e tempo na correria do dia a dia para leituras de jornais, revistas e livros que atualizem conceitos e refaçam dinâmicas pastorais, para o melhor desenvolvimento comunitário. Sendo assim, ainda sugiro que se procure assistir a filmes e peças de teatro, que se atualize o repertório musical, em tudo pensando que, os que a nós acorrem, estão antenados com as novidades e exigem de nós uma justa opinião.

Leia também:
Marketing e Igreja: você conhece bem a comunidade onde atua?

3 atitudes necessárias
  1.  Valorize a equipe de PASCOM;
  2.  Dê atenção aos projetos de comunicação;
  3. Gaste tempo, recursos e envolva pessoas com a PASCOM.

Não tenha dúvida de que a comunicação é o elo que reúne a comunidade, seja a comunicação litúrgica, catequética, social ou religiosa. Portanto,  em todas estas esferas a PASCOM precisa estar presente e atuante!

Pe. Evaldo César de Souza, CSsR é Graduado em Jornalismo pela FATEA. Missionário Redentorista e atuante na Comunidade das Comunicações Afonso de Ligório, em Aparecida.

Texto escrito por Pe. Evaldo César de Souza e adaptado por Redação Promocat

©[2019] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Marketing Integrado

CONTATO

Não há nenhum operador online, mas você pode nos enviar um e-mail e retornaremos o mais breve possível.

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account