Número de católicos no mundo aumentou para 1 bilhão e 300 milhões – Portal Paróquias
Número de católicos no mundo aumentou para 1 bilhão e 300 milhões

De acordo com os novos dados do Escritório Central de Estatísticas da Igreja, houve um aumento no número de bispos, mas diminuiu o número de sacerdotes, religiosos, religiosas e seminaristas

Em dados contabilizados no início de 2019, em escala mundial, a Igreja Católica erigiu 4 novas sedes episcopais, uma eparquia, 2 prelazias territoriais, um exarcado apostólico e uma administração apostólica; foram elevadas uma sede arquiepiscopal e 4 dioceses a sedes metropolitanas, uma prelazia territorial e um vicariato apostólico a sedes episcopais e 2 exarcados apostólicos a eparquias. Tais dados foram divulgados pelo Escritório Central de Estatísticas da Igreja que realizou a redação do Anuário Pontifício 2020 e do Annuarium Statisticum Eccleasiae 2018 e que mostram um aumento da incidência da ação pastoral na África e na Ásia durante os primeiros cinco anos do Pontificado do Papa Francisco.

Os batizados são 1,329 bilhões

Entre os anos de 2013 e 2018 foi registrado um aumento de cerca de 6% dos católicos batizados nos cinco continentes, passando dos quase 1.254 bilhões para 1.329 bilhões, um aumento de 75 milhões de pessoas. Do total de católicos no mundo, 48% vivem na América, 21,5% na Europa e 11,1% na Ásia, onde houve um particular aumento. Em 2018, os católicos eram pouco menos de 18% da população mundial.

Aumento no número de bispos: são 5.377

Também entre 2013 e 2018, o número de bispos aumentou mais de 3,9%, passando de 5.173 para 5.377, com um incremento muito acentuado na Oceania (+4,6%), seguido pela América e Ásia (ambos com +4,5%), Europa (+4,1%) e África (+1,4%).

Leia mais:
Número de evangélicos pode superar o de católicos no Brasil em pouco mais de uma década

Diminuição no número de sacerdotes

A quantidade de sacerdotes está diminuindo em todo o mundo, em 0,3%. Em detalhes, entre 2013 e 2014 o número de sacerdotes aumentou em 1.400 unidades, mas caiu entre 2016 e 2018. Em contraste com a média mundial, as vocações na África e na Ásia aumentaram 14,3% e 11%, respectivamente. Dessa forma, na América o número de presbíteros é estacionário, há cerca de 123.000, na Europa e Oceania as quedas são respectivamente superiores a 7% e pouco mais de 1%.

Cada vez mais diáconos permanentes

Em resumo, houve uma forte evolução no número de diáconos permanentes que aumentam em 10%. Eles aumentaram de 43.195 em 2013 para 47.504 cinco anos depois.

Queda no número dos religiosos não sacerdotes

O número dos religiosos professos não sacerdotes continua a diminuir (-8%), tendo o número caído de mais de 55.000 para menos de 51.000. A tendência decrescente é comum aos vários continentes, com exceção da África e da Ásia, onde há um +6,8% e +3,6%.

O número de religiosas professas reduzido para 642.000

Segundo os dados, há também uma forte tendência decrescente para as religiosas professas com uma contração de 7,5% entre 2013 e 2018. O número total se reduz de quase 694.000 em 2013 para menos de 642.000 cinco anos depois. Contudo, o declínio é de -15% na Europa, -14,8% na Oceania e -12% na América. Na África e na Ásia, por sua vez, há um aumento: mais de 9% na África e +2,6% na Ásia.

O número de seminaristas está diminuindo

Os candidatos ao sacerdócio em todo o mundo de 118.251 em 2013 passaram para 115.880 em 2018, uma variação de -2 por cento. O declínio, com exceção da África, afeta todos os continentes com grandes reduções na Europa (-15,6%) e América (-9,4%). Sendo assim, a África, com uma variação positiva de 15,6 por cento, confirmou a sua posição como a área geográfica com maior potencialidade para cobrir as necessidades dos serviços pastorais.

Com informações de Vatican News

©[2019] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Promotora Católica

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account