Mateus, o diferente: saiba liderar a instituição com habilidade e estratégia

Liderar a instituição não é uma tarefa fácil, mas com habilidade e estratégia você pode ter muito sucesso em seus trabalhos!

Este deve ter sido um dos que criou mais dificuldade no grupo dos doze apóstolos. Simplesmente porque era uma pessoa totalmente diferente dos outros. Era um “publicano”, ou seja, não era um sujeito lá muito religioso. O serviço de cobrança de impostos dos romanos que dominavam a região era terceirizado. Mateus era um cobrador de impostos, provavelmente na região de Cafarnaum. Não imagino que os empresários da pesca, Pedro e André, tenham gostado muito da escolha de Jesus.

Em nossas instituições muitas vezes nos deparamos com colaboradores que são diferentes de todos os outros. A tendência natural do grupo é isolar esta pessoa como se fosse o “patinho feio”. Há instituições em que o diferente sofre tanto que acaba mesmo pedindo a conta.

Saber incluir o diferente no grupo é uma habilidade dos grandes líderes. O resultado é que a diferença enriquece. Se você escolher uma equipe de colaboradores homogênea demais pode estar construindo uma equipe pobre. O que seria de um time feito somente de bons atacantes? Certamente sofreria gols absurdos. Diversificar é sempre uma ótima estratégia.

Leia mais:
LATAM fornece desconto especial para participantes da I Semana da Gestão Eclesial

Texto extraído do livro: Como liderar pessoas difíceis, João Carlos Almeida; Editora Canção Nova. 

Pe. João Carlos Almeida, SCJ é Doutor em Teologia, Educação e Espiritualidade. É Professor e Diretor Geral da Faculdade Dehoniana, em Taubaté/SP. Autor de vários livros publicados pela Editora Canção Nova e Edições Loyola.

©[2020] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Promotora Católica

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account