Lives religiosas batem recorde na quarentena com ajuda de padres cantores

Com igrejas fechadas, o número de pessoas que usam a internet para buscar evangelização disparou e as lives religiosas batem record de audiência

Na semana iniciada em 6 de abril, o total no mundo inteiro de espectadores em lives de páginas espirituais no Facebook foi mais que o triplo, se comparado ao mesmo período de março. Nessa mesma semana, a plataforma de vídeos ao vivo da rede social bateu recorde, com o maior número de transmissões desse tipo desde seu lançamento, em 2016.

 

DIRETÓRIO CATEQUESE DESK

 

Em entrevista ao G1, Padre Reginaldo Manzotti diz que “Nos momentos mais críticos, as pessoas acabam, senão pelo amor, pela dor, lembrando de Deus”, afirma. “O distanciamento social levou as pessoas a refletirem. Percebo que elas estão mais voltadas às coisas de Deus, à oração e à música como forma de rezar.” Conclui.

O religioso, que também é cantor, é um dos padres “popstars”, que ajudam a alavancar a audiência de lives religiosas na internet. A última transmissão dele, feita no YouTube no início de abril, já contabiliza mais de 320 mil visualizações.

Leia mais:
O sucesso das estratégias de mídia social do Vaticano

Buscas na internet

Na plataforma de vídeos do Google, desde que a empresa começou a divulgar dados de busca, em 2008, nunca se pesquisou tanto as palavras “missa” e “culto” no Brasil quanto a partir do final de fevereiro de 2020.

Desde o dia em que a Justiça de São Paulo proibiu a realização de missas e cultos no estado, em 20 de março, até o Domingo de Ramos, em 5 de abril, o volume de buscas pela palavra “missa” cresceu 809% no site.

Entre as buscas relacionadas ao tema, estão termos como “missa ao vivo agora” e nomes de religiosos famosos, como o do próprio Manzotti e do padre Fábio de Melo. O padre também tem transmitido missas online, direto da capela de sua casa, além de publicar conteúdos em vídeo para confortar os fiéis no isolamento.

Para ele, porém, a relação com a fé na pandemia tem que ter responsabilidade. “Eu tenho uma regra de vida. Acredito em Deus, acredito na proteção dele, mas eu olho para os dois lados da rua antes de atravessar. Eu não dou a Deus a responsabilidade de cuidar daquilo que eu sei que é um cuidado meu.” Reflete o sacerdote.

A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) já se manifestou a favor das medidas de distanciamento social, recomendadas pelas autoridades de saúde para combater o coronavírus. A entidade também divulgou orientações para padres e fiéis sobre missas pela internet.

Páginas com conteúdo religioso na internet:

  • Vaticano: Publica mensagens do papa Francisco com tradução para o português e imagens diárias da Praça de São Pedro, sem movimento por causa de medidas de isolamento contra o coronavírus;
  • Padre Reginaldo Manzotti: Ele divulga músicas e homilias em seu canal om mais de 1,6 milhão de inscritos;
  • Padre Fábio de Melo: Religioso faz transmissões ao vivo e publica reflexões, além de vídeos engraçados na internet;
  • Padre Marcelo Rossi: Compartilha canções, orações e missas para 1,4 milhão de seguidores;
  • Padre Ezequiel Dal Pozzo: Publica músicas e faz transmissões ao vivo. A próxima será no domingo (10), Dia das Mães;
  • Padre Joãozinho, scj: Publica missas diárias, transmissões ao vivo com convidados e compartilha o seu projeto de #minisermao diariamente.
Com informações de G1

 

DIRETÓRIO CATEQUESE DESK

©[2021] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Promotora Católica

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account