Identifique em sua instituição aquela pessoa que nada acrescenta em sua missão

A sua instituição deve possuir pessoas engajadas na missão

O apóstolo Judas Iscariotes é bastante conhecido por ter sido o traidor. Isto mostra que nem sempre a fama é sinônimo de sucesso. Este famoso personagem da história comprou seu fracasso por trinta moedas de prata. Alguns pesquisadores encontram indicações de que ele seria de um partido ainda mais radical que os zelotas. Portanto, era capaz de tudo para atingir seus objetivos; até trair o Mestre e o grupo dos doze.

Primeiramente, nenhum líder acerta sempre em todos os colaboradores que escolhe. Neste caso, um dos que Jesus escolheu acabou por decepcionar. Não haveria um jeito de recuperar este sujeito difícil? Jesus conseguiu fazer do impulsivo Pedro o primeiro papa da história. Fez do emotivo e explosivo João uma coluna forte de sua Igreja, exemplo de ternura. Mateus e André, todos aprenderam suas lições. Até Tomé, o descrente, se tornou um grande santo. Por que Judas não?! É que para o traidor só tem uma solução: a demissão.

Leia mais:
Super dicas para evitar problemas em equipes

O líder é alguém capaz de identificar o traidor antes que ele possa levar a instituição à ruína. Dessa forma, encontre esta pessoa e demita-a. É o melhor que você terá a fazer, antes que ela faça um buraco no casco do navio e o naufrágio seja inevitável.

Texto extraído do livro:

Como liderar pessoas difíceis, João Carlos Almeida

Pe. João Carlos Almeida, SCJ é Doutor em Teologia, Educação e Espiritualidade. É Professor e Diretor Geral da Faculdade Dehoniana, em Taubaté/SP, Membro do Conselho de Conteúdo da revista Paróquias & Casas Religiosas. Autor de vários livros publicados pela Editora Canção Nova e Edições Loyola.
Texto escrito por Pe. João Carlos e adaptado por Redação Promocat

©[2019] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Promotora Católica

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account