Franciscanos assumem administração do Santuário Frei Galvão a partir de abril

Convênio entre franciscanos e a Arquidiocese de Aparecida terá duração de 30 anos

O Santuário Frei Galvão, em Guaratinguetá (SP), ganhará uma nova administração. A Província Franciscana da Imaculada Conceição assumirá o local. A posse dos frades ocorrerá no dia 11 de abril deste ano.

Na cerimônia de posse será assinado um convênio com duração de 30 anos. Serão colhidas as assinaturas do Ministro Provincial Frei César Külkamp e do Arcebispo da Arquidiocese de Aparecida, Dom Orlando Brandes.

 

OVES-PASTORAIS

 

Decisão

Frei Külkamp conta que, na sexta-feira, 5, foi oficializada a proposta. Frei Diego e Frei Roberto se reuniram com as lideranças e voluntários do Santuário Frei Galvão para falar do projeto.

O convênio vinha sendo estudado desde o último Capítulo Provincial em 2018.

Convite

Desde 2016, a Arquidiocese de Aparecida, através de Dom Orlando, sugeriu que os frades deveriam assumir os cuidados pastorais do Santuário.

O arcebispo entende que a presença dos frades da mesma Ordem e Província a que pertenceu Frei Galvão seria o mais adequado para o lugar.

O convite foi oficializado em meados de 2018. O Capítulo Provincial da ordem, em 2018, trabalhou o tema e entrou em um consenso.

Processo

No dia 13 de dezembro, o novo Ministro Provincial, Frei César Külkamp, enviou um ofício a Dom Orlando. Nele, apresentou a disposição dos franciscanos em assumir os cuidados pastorais deste Santuário.

Desde 2019, foram trocadas algumas correspondências e realizadas algumas reuniões. Em 2019, Dom Orlando pediu que assumissem não apenas os cuidados pastorais do Santuário, mas também sua administração. Também foi pedido que os religiosos assumissem a construção do novo Santuário.

Em outubro de 2019, dia da festa de Frei Galvão, a Comissão Arquidiocesana do Santuário deu parecer favorável a que a Província o assumisse como um todo (pastoral, administração e construção) a partir de janeiro de 2021.

Antes, deveria fazer uma proposta de contrato a ser analisada pela comissão e pelo Conselho Presbiteral. O Definitório de novembro de 2019 constituiu uma comissão para a elaboração desta proposta.

Leia mais:
Papa confirma visita à Hungria e bispos manifestam alegria

Presença franciscana no Santuário

Em fevereiro de 2020, Dom Orlando sugeriu que os frades começassem a marcar presença no Santuário.

Em abril de 2020, foi oficializada a transferência do Frei Diego Atalino para Guaratinguetá. Com a pandemia, os frades estiveram mais atentos às necessidades urgentes. Frei Diego, assim, não foi logo para Guaratinguetá e dedicou-se antes à “Tenda Franciscana”.

Na sequência, a proposta de convênio foi entregue a Dom Orlando. Frei Diego conseguiu chegar a Guaratinguetá em fins de setembro. Ele e Frei Roberto começaram a ter presença diária no Santuário.

Missa de posse

Uma Missa marcará a posse de Frei Diego Melo e Frei Roberto Ishara. Os dois frades estão há aproximadamente seis meses ajudando diariamente nas confissões. As contribuições também ocorrem no aconselhamento, acolhimento do povo e celebrações.

Despedida do atual reitor

Padre José Carlos de Melo, último reitor do Santuário, despediu-se do local no dia 28 de fevereiro. Por enquanto, o sacerdote continua auxiliando nas atividades dando as devidas orientações.

Momento histórico

Para o Ministro Provincial, Frei Külkamp, é um momento histórico. Ele revigorará a evangelização franciscana da Província. “Sabemos que este Santuário já é um espaço querido e buscado pelo povo por sua devoção ao Santo Frei Galvão. Com isso, vemos que ele oferece condições para ser um centro de irradiação do carisma franciscano”, apontou.

O religioso espera que seja concretizado o sonho de uma rede de presença franciscana.

 

OVES-PASCOM

 

Transição

Para Frei Diego, o processo feito de transição foi uma decisão acertada. “Esse tempo nos proporcionou uma transição gradual, sem choques ou dificuldades para ambas as partes”.

Neste período, os franciscanos puderam conhecer melhor o clero diocesano. Também a rotina do Santuário e as equipes de pastorais e ministérios foram apresentadas. Os religiosos tomaram conhecimento da questão administrativa.

Associação entre Frei Galvão e os franciscanos

“A associação feita entre Frei Galvão e os franciscanos é imediata. Parece ser algo desejado há bastante tempo e que agora, finalmente, está se consolidando”, explicou Frei Diego.

Santuário de Frei Galvão

O “Santuário de Santo Antônio de Sant’Anna Galvão”, ou “Santuário Frei Galvão”, foi criado no dia 8 de dezembro de 2010. Antes disso, o Seminário Frei Galvão já recebia muitos romeiros. Também a Casa de Frei Galvão, a Igreja Santo Antônio, o Mosteiro da Luz, em São Paulo, são muito visitados.

A ligação com estes lugares será muito importante, destacou Frei Külkamp. Segundo o Ministro Provincial, um Santuário tem uma dinâmica menos sacramental e mais devocional, de piedade popular.

Atividades

Um Santuário não possui as rotinas paroquiais de catequese, batizados, casamentos e tantos outros processos. Mas, segundo Frei Külkamp, pode ter liturgias, pastorais, obras sociais, comunicação, cultura e tantos outros.

Expectativa

Frei Diego revela sua expectativa e alegria: “Sabemos que esse Santuário pode se tornar uma fonte de irradiação do Carisma Franciscano, e é por isso que aqui estamos. Também temos consciência do quanto o modo franciscano de acolher e evangelizar pode contribuir para com a igreja do Brasil”.

“Que sejamos não somente devotos de Frei Galvão, mas principalmente imitadores das suas virtudes e apaixonados por Cristo e pelos pobres, especialmente os enfermos, assim como ele foi”.

Com informações de Canção Nova

©[2021] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Promotora Católica

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account