Dom Orani fala sobre o catequista na semana dedicada à vocação leigos

A pessoa do catequista é fundamental para a vida da Igreja, afirma Dom Orani, arcebispo do Rio de Janeiro

Na quarta semana do Mês Vocacional é celebrada a vocação dos leigos e leigas: ministérios e serviços na comunidade. A Igreja insiste no protagonismo dos leigos, seja nos âmbitos da fé e da comunidade eclesial, mas preferencialmente na esfera do mundo. Dessa forma, homenageia os catequistas.

O leigo cristão, de acordo com o arcebispo do Rio de Janeiro, cardeal Orani João Tempesta, tem a missão de ser o fermento de transformação profunda das realidades temporais, vivendo na comunhão da Igreja. “No último domingo do ano litúrgico, domingo de Cristo Rei, quando se comemora o Dia do Leigo será contemplada melhor essa missão do leigo no mundo”, salienta.

 

DIRETÓRIO CATEQUESE DESK

 

O fato é que os leigos são cristãos que têm uma missão especial na Igreja e na sociedade. Pelo batismo, receberam essa vocação que devem vivê-la intensamente a serviço do Reino de Deus. Na Igreja existem as diversas vocações: a sacerdotal, a diaconal, a religiosa e a leiga, todas celebradas neste mês vocacional. “Todas são muito importantes e necessárias, pois brotam do Batismo, fonte de todas as vocações”, afirma dom Orani.

Dentro da comunidade eclesial, os leigos são chamados a desempenhar diversas tarefas, como a de catequista cujo dia será comemorado no último domingo deste mês, 30 de agosto. O catequista, segundo dom Orani, é aquele/aquela que se coloca a serviço da Palavra, que se faz instrumento para que a Palavra ecoe. “O Senhor chama você para que, através da sua vida, da sua pessoa, da sua comunicação, a Palavra seja proclamada, Jesus Cristo seja anunciado e testemunhado”, disse dom Orani.

Leia mais:
Igreja Católica afasta padre Robson de Oliveira das funções religiosas em Trindade (GO)

A pessoa do catequista, ainda conforme dom Orani, é fundamental para a vida da Igreja. Por meio dela a Igreja vai exercendo de um modo específico a “educação da fé”. “Bela missão, rica de possibilidades e, também, de desafios imensos”, salientou.

“Que Deus continue abençoando todos os nossos leigos e leigas e os anime na transmissão e no testemunho da fé em um mundo que precisa se reinventar no retorno do “novo normal” da vida humana! Que este novo normal seja melhor que o anterior onde a justiça e paz reine na vida e nos corações”, exorta dom Orani.

Com informações de CNBB

©[2020] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Promotora Católica

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account