Ventolin To Buy Sitagliptin 50mg Prescription Directions Buy Tarceva 150mg In Florida Cheap Vaniqa With American Express Can I Buy Flibanserin In Mexico Vaniqa 15g Generic Como administrar uma paróquia em tempos de recurso financeiro escasso?

Tenha atenção e cuidado em tempos de necessidades ilimitadas e recurso financeiro escasso

Recentemente estive conversando com um pároco e o mesmo comentou sobre a necessidade de reformar a sua paróquia para melhor atender os fiéis, de criar novos programas para atender os necessitados, de reforçar os atuais programas em ação, de capacitar sua equipe de trabalho, manter a manutenção predial em ordem além de outras necessidades, mas logo argumentou. Como atender estas necessidades com recurso financeiro reduzido? E continuou. Diariamente temos notícias pela televisão e jornais de que há redução de produção, aumento dos preços, emprego em queda, pessoas deprimidas, empresas fechando, juros subindo e o recurso financeiro, onde está? Parece que estamos em tempos de necessidades ilimitadas e recurso financeiro escasso e pergunto:

Terminado esta conversa, fiquei com esta pergunta e me questionei? Como a gestão financeira pode contribuir com este pároco de uma forma técnica e não mágica? Que conselhos eu daria para ele? Duas perguntas com missão difícil, mas a técnica está para isso, para contribuir com os gestores em seus desafios. Para responder aos questionamentos considero importante conhecer a ciência que contribui com a gestão financeira e tem como objetivo o estudo e controle do patrimônio, seja público ou privado, com ou sem fins lucrativos, que é a “contabilidade”, afinal.

Leia mais:
O patrimônio da Igreja é o tesouro da humanidade

O que é contabilidade?

Encontrei no artigo de Luiz Ivan dos Santos Silva, o conceito definido por Hilário Franco em seu livro de que a “contabilidade é a ciência que estuda os fenômenos ocorridos no patrimônio das entidades, mediante o registro, a classificação, a demonstração expositiva, a análise e a interpretação desses fatos, com o fim de oferecer informações e orientação necessárias à tomada de decisões sobre a composição do patrimônio, suas variações e o resultado econômico decorrente da gestão da riqueza patrimonial”. Observe que este conceito apresenta ações que podem contribuir com a gestão financeira e com este pároco de uma forma técnica e não mágica como segue no quadro abaixo:

 

 

Comentários:

1º – O quadro mostra a importância de se ter uma contabilidade

Quantos gestores, principalmente os de pequenas empresas, tomam decisões e no final percebem equivocadas pelo fato de no dia da decisão não considerar ou possuir o conhecimento real de sua situação financeira e econômica. Este conhecimento é gerado pela contabilidade quando do registro dos fatos que são informados em seus relatórios como o balanço patrimonial e demonstrativo do resultado.

O primeiro permite conhecer o saldo atual de seus bens circulantes como caixa, conta corrente bancária, valores a receber, estoque se tiver e os não circulantes como os móveis e utensílios, máquinas, veículos, equipamentos de informática, imóveis e bens eclesiais.

Por outro lado, de saber o saldo do que se deve, o que ainda não foi pago como os fornecedores, contas diversas, impostos, empréstimos, financiamentos, tanto de curto prazo como de longo prazo.

Ao comparar o que se tem de bens com o que se deve, teremos o patrimônio líquido. De uma maneira geral o patrimônio líquido será composto pelo capital social, diversos tipos de reserva e de lucro. Assim oferece condições de se decidir o que fazer com mais segurança e de avaliar se podemos ou não assumir novos compromissos como o de reformar uma paróquia, assumir novos projetos ou aumentar o apoio nos projetos atuais. Sem esta técnica, dificulta a tomada de decisão. Atualmente existem vários softwares que facilitam seguir este conselho e executar esta técnica.

2º – Reconhecendo a importância e se ter uma contabilidade

Na existência de sistemas que permitem registrar os fatos, crie o hábito de se registrar e numerar tudo o que ocorre na organização como as compras, pagamentos, recebimentos e outros. É simples. Documente tudo e classifique de acordo com o plano de contas. Uma vez criado o plano, este é facilmente acessado quando do registro no livro diário. O registro é realizado por meio do lançamento contábil e no caso da paróquia, envia-se a documentação classificada para a Cúria realizá-la.

Leia mais:
Invista em recursos midiáticos para uma evangelização ainda mais compartilhada

3º – Uma vez registrado, analise e interprete o balanço patrimonial

demonstre o resultado gerado pela contabilidade e encontre a real situação financeira e econômica. É simples observe o exemplo hipotético abaixo:

Para identificar a situação financeira de curto prazo compara-se o ativo circulante com o passivo circulante, observe:

A partir do momento que você reconhece a real situação financeira, permite analisar antecipadamente se poderá assumir novos compromissos e se terá condições de quitá-las em interferir nas operações diárias e rotineiras. Neste exemplo a situação foi favorável, mas se a situação fosse desfavorável, poderemos assumir novos compromissos? Penso que não. Esta simples análise pode evitar da instituição ou organização de se endividar futuramente.

Para identificar a situação econômica compara-se o patrimônio líquido com a somatória do passivo circulante com o passivo não circulante, observe:

 

A partir do momento que você reconhece a real situação econômica, permite analisar a evolução do patrimônio líquido e se o endividamento aumenta. Neste exemplo a situação foi favorável, mas se a situação fosse desfavorável, que ações deverão ser tomadas?

A partir do conceito comentado acima é possível responde ao outro questionamento. Que conselhos podem ser oferecidos ao pároco ou a outros gestores? O quadro abaixo apresenta sugestões de procedimentos para melhor administrar sua paróquia ou empresa.

 

 

Esperamos com os quadros e conceito acima ter apresentado a importância da contabilidade para a administração de uma instituição e de contribuir com a dúvida do pároco com que conversei. Portanto, é importante registrar os fatos ocorridos, analisar e interpretar os relatórios contábeis e reunir com sua equipe de trabalho. Contribuirá nos momentos de tomadas de decisões. Lembrem-se. Quanto maior a qualidade das informações e registros, melhores serão os relatórios gerados contendo informações relevantes e precisas que melhoram as condições para se tomar decisão. Assim podemos concluir que a contabilidade é uma ciência de fundamental importância para os gestores administrarem suas empresas e para o pároco administrar sua paróquia em tempos de necessidades ilimitadas e de recurso financeiro escasso.

Leia mais:
Mantenha vivo o valor que cada integrante possui na paróquia

Francisco Antônio Maciel Novaes é Graduado em Ciências Contábeis e Administração de Empresas. Especialista em Administração Financeira, Administração Pública e Gerência de Cidades. Mestre em Desenvolvimento Humano: Políticas e Formação. Contato: famn@uol.com.br

Texto escrito por Francisco Antônio e adaptado por Redação Promocat

©[2019] Portal Paróquias - Todos os direitos reservados a Promocat Promotora Católica

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account